13/12/2018 01h10 - Atualizado em13/12/2018 01h27

Fundap comemora o Dia Nacional do Forró

Notice show 770f225bd3c655ff
Dia Nacional do Forró

A Fundação Aperipê comemora nesse 13 de dezembro, o Dia Nacional do Forró. A data que foi instituída através de Lei sancionada em 2005 homenageia o nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. A história do maior sanfoneiro do Brasil e suas riquezas musicais tem tudo a ver com a cultura do forró que existe no estado de Sergipe, onde o ritmo que tem como carro chefe a Sanfona embala não só os festejos juninos, mas também as festas durante o ano inteiro, na capital e no interior.

A Aperipê TV exibe, semanalmente, o programa Nossa Terra Nossa Gente, comandado pelo apresentador, Zito Costa, que traz talentos já consagrados e abre espaço aos novos artistas, valorizando, ainda mais, o forró como ritmo fundamental. Já as Rádios Aperipê têm diversos programas que fazem questão de manter o forró em sua programação, uma vez que o estado é um exportador de talentosos artistas com carreiras firmadas através desse ritmo. Um dos maiores exemplos é o programa Nação Nordestina onde o apresentador Paulo Corrêa recebe ao vivo nas manhãs de domingo, uma seleção de artistas que podem desfrutar do espaço para apresentarem suas obras e fazer a interação com os ouvintes. É um verdadeiro celeiro dos forrozeiros sergipanos.

Além dos programas já citados, outros como Forró no Asfalto; No Pé da Serra; Puxe o Fole; A Voz do Nordeste; Violas da Nossa Terra; Sertanejando e Rancho Alegre animam os sergipanos amantes do forró, dando densidade à cultura local.

De acordo com o Dicionário do Folclore Brasileiro, do estudioso, Câmara Cascudo, o forró -baile animado em que se dança ao som de ritmos nordestinos, festa popular com música animada - é a redução do vocábulo "forrobodó". Contudo, há uma versão popular de que o nome teria vindo da leitura estropiada da expressão inglesa “for all”.