05/04/2019 05h54 - Atualizado em08/04/2019 08h25

Filme sergipano será exibido em Portugal dia 10

Curta-metragem aborda a vida de Dona Nadir e sua relação com o samba de pareia e a Mussuca

Notice show d67f044d5a21db55
Foto: Divulgação

A Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap) está em festa, pois o filme ‘Nadir’, foi selecionado para participar da Mostra Competitiva de Curtas do 22º Festival de Cinema Luso-Brasileiro, que acontecerá de 07 a 14 de abril em Santa Maria da Feira, Portugal. A produção sergipana, dirigida e roteirizada por Fábio Rogério, será exibida no dia 10.

O curta foi produzido através do edital de Produção de Obras Audiovisuais Digitais de Curta e Média Metragem, promovido pela Secretaria de Estado da Cultura de Sergipe, atualmente Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe, juntamente com o Fundo Setorial do Audiovisual da Agência Nacional do Cinema.

O filme trata do olhar sobre o cotidiano, música e silêncios de Nadir, que é mestra de cultura popular em uma comunidade quilombola do interior de Sergipe. O roteiro e direção do filme é de Fábio Rogério e a personagem principal é a própria Maria Nadir dos Santos. O filme tem classificação indicativa de 10 anos de idade.

Nadir é o sexto curta-metragem dirigido por Fábio Rogério que teve seus filmes anteriores exibidas em mais de 100 festivais de cinema, tanto no Brasil quanto no exterior. Filmografia: Nadir (2019), Impávido Colosso (2018), O Brado Retumbante (2016), Operação Cajueiro: um carnaval de torturas (2014), A eleição é uma festa (2013) e O arquivo de Ivan (2008).