08/11/2019 12h40 - Atualizado em08/11/2019 12h43

Encontro Cultural de Laranjeiras: Funcap discute temáticas e programação

O evento acontecerá nos dias 09, 10 e 11 de janeiro de 2020, na cidade de Laranjeiras

Notice show ce1b158e5f07ee00
Foto: Ascom

O simpósio que marca o quadragésimo quinto Encontro Cultural de Laranjeiras dará destaque ao bicentenário da emancipação política de Sergipe. O evento acontecerá nos dias 09, 10 e 11 de janeiro de 2020, na cidade histórica de Laranjeiras, que fica a 19 km de Aracaju.

O tema do encontro – Dois Séculos da Independência de Sergipe – é baseado na cultura popular sergipana, com ênfase nas figuras emblemáticas que marcaram a história de nosso estado nos últimos 200 anos. A construção sobre a parte temática do simpósio está praticamente finalizada. O Encontro destacará nas conferências e palestras programadas, os aspectos mais significativos das obras que enaltecem a nossa sergipanidade e que trazem um registro simbólico da história de nossa gente.

A presidente da Fundação de Cultura e Arte Aperipê, Conceição Vieira, coordenou na manhã desta quinta-feira, 7 de novembro, mais uma reunião com as instituições que participam da construção do Encontro – como a Universidade Federal de Sergipe, representada pela Pró-Reitora de Extensão, professora Alaíde Hermínia; o Instituto Histórico e Geográfico de Sergipe, através da professora Aglaé Alencar; o Conselho Estadual de Cultura, através de seu presidente, Antônio Alves do Amaral e as representantes da Prefeitura Municipal de Laranjeiras, Sandra Regina Sena (Secretária de Igualdade Racial) e Aldina Gomes (Secretaria da Cultura).

A UFS anunciou que lançará, na próxima semana, editais públicos objetivando inscrever e selecionar trabalhos artísticos, das comunicações e da área de pesquisa. O Encontro Cultural de Laranjeiras – fórum privilegiado para o debate de temas voltados para a cultura de Sergipe – vai dar ênfase também às manifestações dos folguedos populares da região, expressados pelos grupos folclóricos tradicionais como os ternos de zabumba, os lambe sujos e caboclinhos.

Conceição Vieira enalteceu a forma democrática como essa construção vem sendo feita, ouvindo as instituições culturais de Sergipe e fomentando a realização de um evento que de fato destaque os mais importantes aspectos de nossa cultura que precisam ser valorizados e preservados. Uma próxima reunião para fechar a programação, de forma definitiva, está marcada para o próximo dia 2 de dezembro, às 9h, na sede da Funcap.