27/06/2019 03h15 - Atualizado em28/06/2019 12h43

Arraiá do Povo resgata tradição junina e reúne famílias

A sétima noite do Arraiá do Povo foi animada pelas apresentações do Nanã Trio, Balança Eu e Fernando Crateus

Notice show 0cf4fa326b891f1b
Foto: Ascom/Funcap

Considerada a festa junina mais adorada pelos sergipanos e turistas, o Arraiá da Orla reúne famílias inteiras que revivem, na praça de eventos de Atalaia, os costumes e os ritos mais tradicionais desse periodo.

A professora Soraia Gardênia conta que trouxe as filhas Valentina de quatro anos e a Catarina de dois anos pela terceira vez ao evento, uma forma delas se divertirem e aprenderem aprender desde cedo a valorizar a cultura sergipana. “Está tudo muito bem organizado, bem tranquilo, bem familiar, seguro e elas adoram. Eu quero que elas vivenciem o São João para elas levarem  essa experiência para a vida inteira”, explicou a sergipana.

Para a turma mais jovem, o Arraiá do Povo conta com uma área kids, com brinquedos que atende crianças a partir do primeiro ano de vida, assim explica a responsável pelo espaço, Carla Carvalho. “Temos no total seis brinquedos incluindo um cinema 6D. Aqui atendemos desde crianças de um ano de idade que vai acompanhada de um instrutor, até os idosos de 60 anos que se divertem com o touro mecânico”, revelou a empresária.

Uma das forrozeiras mais animadas da noite era a aposentada Marleide Torres de 70 anos que não parou um minuto de dançar ao som de Odair Caius e Banda, uma das atrações do Barracão da Clemilda. “Sou figura carimbada no Arraiá do Povo e especialmente no Barracão da Clemilda. Estou aqui todos os dias e danço até a última atração acabar,” contou a aposentada.

O misto de cultura nordestina encantou até a turista dinamarquesa, Trine Otsberg que está em Sergipe pela terceira vez acompanhada de seu namorado para mostrar sua paixão por Sergipe e pelo nosso tradicional forró. “Eu amo Aracaju, já estive aqui três vezes e agora vim mostrar para o meu namorado essa diversidade cultural que tanto me encanta,” revelou a turista.

Segurança

Além da segurança pública e privada, o evento conta também com a prontidão do trabalho de bombeiros civis e equipe de apoio. Para dar suporte aos homens da Tropa de Choque que trabalham em rotatividade no Arraiá do Povo, a festa também dispõe do auxílio da segurança privada. Segundo Walter Duarte, coordenador da empresa de segurança que presta serviço no evento, o principal papel  da equipe é garantir tranquilidade para que todos possam curtir à vontade. “Nós somos protetores, estamos dispostos a ajudar, tirar dúvidas e auxiliar no que for preciso. E graças a todo esse trabalho conjunto, a festa é essa tranquilidade” explicou Duarte.

A sétima noite do Arraiá do Povo foi animada pelas apresentações do Nanã Trio, Balança Eu e Fernando Crateus; além desses, a Quadrilha Amor Caipira encantou o público que também  puderam apreciar a apresentação da  Orquestra Sinfônica da UFS, no Palco Jackson do Pandeiro. No Barracão da Clemilda teve mais forró, com o grupo As Guerreiras da AAACASE, Odair Caius e Banda e Os Penetras.

Confira a programação dessa quinta-feira, 27:

Barracão da Clemilda
19h00 Pífano de Pife
20h30 Grupo Folclórico Batalhão de Santo Amaro
21h00 Raulzinho do Acordeon e Cia de Dança Mary Lima (dançar com público)

Palco Jackson Pandeiro
19h00 Banda de Música Nossa Senhora do Rosário
20h00 Quadrilha Junina Chamego Bom (Itabi)
20h30 Tatua, o mensageiro do Forró
22h30 Chico Queiroga & Antônio Rogério
00h30 Erivaldo de Carira
02h30 Forró Paraxaxá